Autoridades brasileiras se preparam para ataques terroristas

As últimas notícias sobre os atos de terrorismo provocado pelo Estado Islâmico fizeram as autoridades brasileiras entrar em alerta.

Com os preparativos para as Olimpíadas de 2016 a preocupação com o terrorismo aumentou e fez com que o governo federal brasileiro tomasse atitudes importantes, coisa que em 2014 na Copa do Mundo não houve tanto alarde.

Nas últimas semanas a Polícia Federal revelou ter desarticulado um grupo que operava em território brasileiro que tinha laços estreitos com o grupo extremista do Estado Islâmico. Segundo a revista Época, as investigações realizadas pelo Justiça Federal visou um grupo de radicais que movimentaram ilegalmente mais de 50 milhões de reais em 5 anos.

No dia 15 de novembro a presidente Dilma declarou que as atrocidades ocorridas em alguns pontos do mundo por terroristas tornam uma ação conjunta de toda a comunidade internacional no combate ao terrorismo: "Essas atrocidades tornam ainda mais urgente uma ação conjunta de toda a comunidade internacional no combate sem tréguas ao terrorismo", declarou a presidente Dilma Rousseff.

Na terça-feira(17), o plenário da Câmara dos Deputados votou o projeto de lei que tipifica terrorismo no Brasil, e a lei prevê até 30 anos de prisão para quem praticar atos de terrorismo, especialmente quando provocar mortes.

A lei passou pelo Senado, e ficou estipulado que terrorismo é quando se atenta contra pessoa, "mediante violência ou grave ameaça, motivado pelo extremismo político, intolerância religiosa ou preconceito racial, étnico, de gênero ou xenófobo, com objetivo de provocar pânico generalizado".

O que mais tem chamado a atenção é um grupo de operação chamado Comando Conjunto de Prevenção e Combate ao terrorismo (CCPCT) do Ministério da Defesa, sob o Comando de Operações do Exército.

Ou seja, um país pacífico e em outrora totalmente impossível de ser alvo de ato terrorista, atualmente está vivenciando um clima de insegurança jamais visto. Informações "Zero Hora" e "R7".


Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.