Arqueólogos encontram provas de que Jesus lançou "Legião" em porcos

"E perguntou-lhe Jesus, dizendo: Qual é o teu nome? E ele disse: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios. E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo. E andava ali pastando no monte uma vara de muitos porcos; e rogaram-lhe que lhes concedesse entrar neles; e concedeu-lho. E, tendo saído os demônios do homem, entraram nos porcos, e a manada precipitou-se de um despenhadeiro no lago, e afogou-se. E aqueles que os guardavam, vendo o que acontecera, fugiram, e foram anunciá-lo na cidade e nos campos." Lucas 8:30-34

Você já deve ter lido ou ouvido sobre essa passagem, não é? Então, mais uma passagem bíblica foi confirmada baseada em evidências arqueológicas. Arqueólogos israelenses encontraram evidências dessas passagem bíblica em Kursi, um local historicamente associado com o milagre da expulsão dos demônios para a manada de porcos.

Ao encontrar uma laje de mármore de 1500 anos de idade com inscrições hebraicas, os arqueólogos acreditam que as inscrições foram de 500 D.C.(Depois de Cristo). A inscrição em hebraico começa com as palavras "lembranças para sempre".

A passagem bíblica do milagre realizado por Jesus é um dos mais falados em todo o evangelho, ela é relatada nos evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas com diferentes nuances. As passagens demonstram Jesus em um diálogo direto com diversos demônios, que se intitularam de Legião por ser muitos.

Pesquisadores da Universidade de Haifa, descobriram o mármore nas margens orientais do Mar da Galiléia, em Kursi. Sobre o mármore, os cientistas também identificaram as palavras "amém" e "MARMARIA", que poderia se referir a mármore ou a Maria, mãe de Jesus.

Nos séculos V e VI, uma igreja foi construída para marcar o local da passagem bíblica, mas foi destruída por invasores persas em 614 D.C.(Depois de Cristo). Depois foi reconstruída e demolida pelo fogo pouco tempo depois. O local permanece abandonado por mais de 1300 anos.

A descoberta aconteceu por acaso durante a construção de uma nova estrada no local em 1970. As escavações aconteceram no local de 1970 até 1974, e entorno da vizinhança da igreja, cavernas são ainda visíveis, e existe uma montanha que desce para o mar, igualmente como está escrito no relato bíblico.

A viagem de Cristo a terra dos Gadarenos (kursi), era uma de suas raras visitas ao território gentio, o que explica a presença de porcos no local, o que era proibido aos judeus.

"Quanto mais se descobre arqueologia, quanto mais a Bíblia é confirmada", disse um apologista Cristão local chamado Steve Ray. Informações e fonte "Breitbart".


Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.