Em todo o Brasil a "Marcha para Satanás" foi um fracasso; veja!

Que o evento aguardado por mais de 4 meses foi uma grande decepção para os organizadores, nós já anunciamos aqui ontem (clique aqui e veja), mas algumas pessoas acreditam que o evento foi sucesso em algum lugar do Brasil, e nós vamos provar que não. Em todos os estados brasileiros o evento foi um fiasco.

A ideia da "Marcha para Satanás" era realizar um movimento para pedir o fim da influência teocrática em todas as instâncias do Estado supostamente laico, e muitas páginas no Facebook foram criadas para divulgar os eventos, que inicialmente aconteceria somente em São Paulo, mas se espalhou para diversas cidades brasileiras. O evento aconteceria em 15 estados, sendo que na maioria nem chegou a acontecer.

A página da marcha original no Facebook, que era de São Paulo, foi derrubada após algumas denúncias dos usuários, devido ao conteúdo e de alguns insultos. Em alguns estados a marcha saiu das redes sociais, e se concretizou, mas perto das expectativas dos seus idealizadores se resultaram em grande fracasso.

Mesmo com os idealizadores negando o fracasso da marcha nas redes sociais, nós vamos mostrar como foi em cada capital.

Em São Paulo, onde se aguardava o maior número de pessoas, reuniu cerca de 150 pessoas, mesmo tendo a confirmação de milhares de pessoas no Facebook para o evento. Quando os manifestantes chegaram no local combinado que era em frente à Catedral da Sé, se depararam com um grupo de católicos reunidos rezando contra o evento.

Em frente a Catedral da Sé em São Paulo, católicos rezaram contra o evento.
Tendo somente como destaque o personagem "Toninho do Diabo", o pequeno grupo não contou com carro de som, e em determinado momento foi interrompida por seus próprios organizadores. Em um comunicado justificando a paralisação do evento, o organizador se limitou e escreveu o seguinte no Facebook: "A explicação é simples, ameaças bem sérias aos organizadores. Como o intuito é promover a diversidade, paz e tranquilidade, preferimos nos resguardar e resguardar a todos os apoiadores do movimento".

Já no Rio de Janeiro o resultado foi semelhante, mesmo com a confirmação de milhares de pessoas para o evento nas redes sociais, pouco mais de 20 pessoa estiveram presentes.

Em Cuiabá teve apenas 6 pessoas, e o evento foi cancelado. Em Porto Alegre, a Marcha contou somente com 30 pessoas e ocorreu normalmente sem maiores transtornos. Em Belém tiveram apenas 10 participantes, mas o evento foi cancelado por causa da chuva na cidade. Nas demais cidades o evento simplesmente não aconteceu, ou a participação foi insignificante que não teve cobertura da imprensa local. Informações e fonte "UOL" e "Veja".


Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.