Perseguição contra Cristãos no mundo não para de crescer

Com base em dados coletados no ano passado(2015), em uma escala histórica de perseguição ao cristianismo, foi constatado que em média, um cristão é morto a cada 5 minutos por causa da sua fé, chegando a conclusão que a perseguição contra o cristianismo no mundo não para de crescer.

David Curry, presidente do "Missão Portas Abertas"(instituição que divulga a classificação dos países que mais perseguem cristãos no mundo), os níveis de discriminação, violência e exclusão contra os cristãos é algo sem precedentes, e está se espalhando e se intensificando a cada dia.

Em 2015 mais de 7 mil cristãos foram mortos por sua crença, e cerca de 2.400 igrejas foram atacadas ou danificadas, números que mostram um aumento de mais de 100% em comparação a 2014.

No ranking dos países que mais perseguem os cristãos, a Coréia do Norte está liderando. O país norte coreano está liderando a 14 anos como o país onde ser cristão pode custar a própria vida. Na Coréia do Norte o regime comunista é responsável por prisões e proibições de qualquer culto que não seja ao presidente kim Jong-um, ou ao falecidos, seu pai Kim Jong-il ou seu avô Kim II-Sung.

Em segundo lugar está o Iraque, que é dominado pelos extremistas do Estado Islâmico, em terceiro vem a nação africana Eritreia.

Mesmo não sendo divulgada pela mídia, a perseguição da metade da população islâmica(49,22%), contra a outra metade cristã(47,26%) é algo constante. Devido a essa grande perseguição teve início a uma grande fuga, onde 22% dos refugiados que chegam à costa italiana são eritreus.

A tendência para 2016 é que outros grupos se declarem simpatizantes e participantes do Estado Islâmico, o que pode expandir suas esferas de atuação através de fronteiras internacionais.


Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.