Criança é encontrada perto de lixo e consegue dar a voltar por cima; Veja a diferença

É aquilo que sempre falamos aqui, quando Deus tem um plano para um ser humano, nem a pior de todas as dificuldades é capaz de embarreirar esse plano. O caso abaixo vai explicar muito bem isso.

Uma norte-americana de 28 anos, Sarah Conque, que estava no período da faculdade, resolveu fazer um trabalho voluntário no Haiti, em janeiro de 2014, afim de ajudar crianças com deficiência em uma clínica local. 

No hospital onde Sarah estava cumprindo sua missão, entrou uma mãe, com uma pequena menina de 3 meses de vida no colo, chamada Nika, que chamou muito a atenção de Sarah. Sarah mal sabia que Nika mudaria sua vida para sempre.

A menina de apenas 3 meses sofria de Hidrocefalia (uma acúmulo excessivo de líquido dentro do cérebro que leva ao inchaço cerebral), aparentava estar mal cuidada, e necessitada de tratamentos. Só que a mãe que carregava a criança no colo se preocupava em esconder sua vergonha, escondendo Nika dentro de um cobertor quando saía em público.

A cena vista por Sarah ficou gravada em sua memória. Logo após alguns meses, ela decidiu ir até a casa de Nika para visitá-la, mas ao chegar no endereço, Sarah teve uma grande surpresa, levando um choque com o que viu. A pequena Nika que já estava com 11 meses, estava sozinha em casa, deitada no chão perto de restos de lixo.

A cena comoveu Sarah de uma tal maneira, que a fez convencer a mãe biológica de Nika a cuidar da menina. Ao levar a pequena Nika para exames, Sarah descobriu que a situação era mais grave do que ela esperava. Sarah descobriu que crianças com hidrocefalia, em sua maior parte morre antes dos 12 meses, e seus órgãos internos estavam a ponto de parar de funcionar, por causa da subnutrição extrema que Nika sofria.

Os médicos chegaram a orientar Sarah que somente um milagre seria capaz de fazer a menina sobreviver, devido a gravidade da situação.

Alguns meses depois, Sarah ganhou na justiça a guarda da menina, levando para morar com ela nos Estados Unidos, onde nos dias de hoje ela vem sendo bem tratada e recebendo tratamento médico, passando por algumas cirurgias que ajudaram a diminuir a circunferência do seu crânio.

O desejo de viver da pequena Nika é gigante, mesmo com todos os fatores contra a sua sobrevivência. A menina nos dias de hoje mostra uma diferença enorme do antes e depois.



A menina já consegue levantar a cabeça, e está começando a dar seus primeiros passos. Nika está atualmente com 2 anos de vida. Mora nos Estados Unidos com Sarah e seu pai adotivo Stephen.



O caso se tornou um exemplo mundial, e a criança hoje possui uma nova vida em todos os aspectos. Informações e fonte "Little Things".


Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.