Arqueólogo encontra restos da carruagem de Faraó no Mar Vermelho

Para quem é incrédulo e totalmente descrente da Bíblia, a cada dia que se passa se surpreende com fatos e comprovações de que os relatos das Sagradas Escrituras foram verídicos e tem se revelado a cada dia que se passa com os avanços da tecnologia.

Um arqueólogo chamado Michael Rood lançou um DVD de duas horas em inglês que tem esclarecido a narrativa bíblica do livro de Êxodo, em especial a travessia do Mar Vermelho.

Michael Rood fez gravações subaquáticas no local biblicamente identificado como o ponto de travessia do povo de Deus pelo Mar Vermelho, e as descobertas foram incríveis. Michael encontrou formações de corais que se parecem com as rodas das carruagens egípcias, além de ossos humanos e outras evidências do relato do Antigo Testamento.



Michael no vídeo afirmou que o que é mostrado nas imagens captadas por ele são evidências científicas e arqueológicas que ficaram preservadas em corais e pedras como testemunho para esta geração. As evidências mostradas pelo arqueólogo vai contra os religiosos modernos que negam a veracidade da Bíblia, vai contra os ateus que zombaram das menções sobre a abertura do Mar Vermelho e contra especialistas que afirmam que os locai tradicionais estão errados.

A descoberta é apontada por especialistas como uma das mais importantes da história da raça humana, e durou meses para ser achada. Usando câmeras submarinas robóticas que mostram grande campo de batalha submarino, onde o que sobrou do exército de Faraó permanece incrustado no fundo do mar.

O arqueólogo estima que 20 mil carruagens foram destruídas naquele dia. Algumas formações de corais encontradas mostram ainda hoje, com a ajuda da tecnologia, que se tratam de vestígios de rodas com quatro pontos de sustentação, que são idênticas aos desenhos encontrados em tumbas egípcias do mesmo período. Informações e tradução Ark Discovery e WND.


Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.