Cumprimento da profecia bíblica? Evidências de peixes no Mar Morto pode ser a prova da profecia bíblica


Recentemente, cientistas provaram a existência de alguns sinais de vida no Mar Morto. A descoberta remete a uma previsão bíblica descrita em Jeremias.


Como o próprio nome em si já indica, o Mar Morto não dá a possibilidade da existência de peixes. Qualquer peixe que seja transportado pelo rio Jordão, ao cair no mar, morre de imediato, assim que deságua neste lago de água salgada.

O Mar Morto é quase dez vezes mais salgado do que o oceano, o que impede o desenvolvimento de vida, existindo somente alguns tipos de arqueobactérias e algas.

No Antigo Testamento, no livro de Gênesis 13:10, a Bíblia relata um quadro diferente da região, onde Ló viu todo o vale do Jordão bem irrigado, até Zoar. Segundo Ló, a região era como o "Jardim do Senhor" e como a terra do Egito.

Depois que fogo e enxofre destruíram Sodoma e Gomorra, a Bíblia descreve que a paisagem mudou, dando lugar à região árida do Mar Morto. No livro de Ezequiel 47:8-9, as Escrituras Sagradas mostram profecias surpreendentes sobre a região, veja:

"Esta água flui na direção da região situada a leste e desce até a Arabá, onde entra no Mar. Quando deságua no Mar, a água ali será saneada. Por onde passar o rio haverá todo tipo de animais e de peixes. Porque essa água flui para lá e saneia a água salgada; de modo que onde o rio fluir tudo viverá."

Devido às águas que estão sendo desviadas desde o rio Jordão, para fins agrícolas e por causa da evaporação causada pelas obras minerais, o nível do Mar Morto tem recuado em até um metro por ano. Por causa da queda do nível de água, piscinas tem surgido nas margens do Mar Morto.

Uma mulher judia que já viveu em Jerusalém, chamada Samantha Siegel, descobriu que muitas dessas piscinas estão se enchendo de água doce e peixes. Samantha produziu um vídeo, afim de comprovar o fenômeno, mostrando peixes nadando às margens do Mar Morto, em uma piscina cercada por plantas verdes.

Segundo Samantha, esse grande acontecimento não está sendo divulgado por ninguém. "Este é um grande acontecimento, mas infelizmente ninguém está falando sobre isso", disse Samantha.

Em 2011 uma equipe de mergulhadores foram enviados até as profundezas do Mar Morto, onde foram descobertas enormes crateras no fundo do mar, com 15 metros de diâmetro e 20 metros de profundidade. Das crateras fluíam água fresca, provando que o mar não estava totalmente morto.



Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.