Rapaz recebe NÃO da namorada por ser pobre, até que o mundo deu voltas; Confira!

O amor é um sentimento puro, santo e agradável à Deus. É tão agradável à Deus, que é um sentimento que vem do próprio Deus, a ponto de Deus considerar o amor como um sentimento imortal (1 Coríntios 13:8).

Sofrer por amor é algo comum em todo e qualquer tipo de ser humano, mas existem sofrimentos que vem para o bem, permitido por Deus, que de início não entendemos o porque de tamanha dor, mas com o passar do tempo, aquela dor, serviu para criar uma força insuperável.




É o que aconteceu no caso abaixo, onde nós vamos pedir que você leia com muita atenção.

Um rapaz, há anos atrás, namorava uma jovem e era completamente apaixonada por ela, os dois era como almas gêmeas, formando um casal "perfeito". O casal já estava junto à três anos, até que o rapaz resolveu pedir a moça em casamento, porém, não esperava a resposta.

A jovem que até então se mostrava apaixonada, disse NÃO para o rapaz, por um simples motivo: O rapaz era pobre!

A moça explicou que por mais que o amasse muito, não podia aceitar casar-se com ele, por ele ser pobre, precisando terminar o relacionamento com urgência para tentar arrumar um marido rico, afim de lhe proporcionar um futuro decente.

O rapaz ficou arrasado com a resposta da moça, quase entrando em depressão. 

O tempo foi passando, e o rapaz foi conseguindo estruturar sua vida, a ponto de conseguir montar uma empresa, tornando-se um empresário muito rico.

Os anos se passaram, e num belo dia, os dois se encontraram em um shopping. Com toda a educação, o rapaz se aproximou, e a cumprimentou. Em um tom de deboche, a moça disse para o rapaz:

"Você conseguiu ao menos melhorar de vida? Porque o homem com quem eu me casei ganha 18 mil dólares por mês."

No exato momento em que o rapaz ia responder, o marido da sua ex-namorada chegou e o cumprimentou feliz, dizendo para a esposa: "Querida, esse é o meu chefe, de quem tanto falo com você!"




A mulher ficou surpresa, não conseguindo falar mais nada, pois viu com seus próprios olhos, o homem a quem ela abandonou ser maior do que o seu marido.

Moral da história:
Ninguém vale pelo que possui, ou pelo que pode oferecer, cada um vale pelo que é. O amor é um sentimento extraordinário, e não pode ser baseado em dinheiro, muito menos em interesses próprios.


Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.