Homem ficou em coma desde os 12 anos de idade, até conseguir superar tudo

O que você vai ler a seguir vai ajudar muitas pessoas à darem mais valor a uma vida. Leia atentamente!

Imagine um jovem saudável, feliz e vigoroso, começar a notar suas forças enfraquecerem, suas mãos não funcionarem muito bem, as pernas e a boca começarem a funcionar com dificuldade, até não conseguir falar mais ou se mover por razões inexplicáveis, mas continuar tendo sua consciência funcionando perfeitamente tendo a exata noção do que está acontecendo a sua volta?

Foi exatamente o que aconteceu com Martin Pistorius, um Sul Africano que virou prisioneiro do seu próprio corpo.

Nascido em um lar com muito amor e carinho, Martin era uma criança normal, não apresentando nenhuma diferença das demais crianças, até começar a sofrer de uma síndrome rara e incurável, passando por diversos tipos de tratamento para correção, quando ainda era jovem.


Tudo começou a mudar quando Martin possuía 12 anos de idade, onde ninguém conseguia identificar o que estava acontecendo exatamente, sendo que essa síndrome ia afetar o resto da sua vida, destruindo inteiramente as chances de ter uma infância normal.

Ainda com 12 anos de idade, Martin entrou em um coma inexplicável, que durou 3 anos. Aos 16 anos, Martin começou a recuperar a consciência, sendo que depois desse coma, Martin entrou em outro desafio.

Recuperando a consciência total aos 19 anos, seu corpo continuava imóvel, não possuindo nenhum movimento, parecendo não estar "lá", tendo como único meio de comunicação seus olhos.

Vendo que seu único meio de comunicação eram os olhos, seus familiares ainda em dúvidas sobre sua consciência, achando que o jovem não estava totalmente lúcido, resolveram enviar o jovem para uma universidade para fazer exames e testes, onde ficou provado que ele estava consciente de tudo.

Os pais do jovem, após fazer a descoberta, resolveram comprar um computador de fala, onde a partir deste momento começou a recuperar algumas funções do corpo, melhorando as condições de Martin.

A vida de Martin era um verdadeiro dilema, onde seu corpo físico estava presente em diversas situações, porém incapaz de interagir com algo ou alguém que estivesse a sua volta.

Diante de todas as suas dificuldades, Martin conseguiu se formar na escola, onde começou a se aproximar de uma vida normal, onde conheceu uma jovem chamada Joanna, que atualmente é sua esposa, que o levou para morar no Reino Unido, ficando ao lado dela.


Martin mesmo superando dias mais sombrios de sua vida, ele ainda fala através de um computador. Mesmo em meio a todas as dificuldades enfrentadas por ele, Martin afirma que todas as experiências o fez ser muito grato à vida que possui agora.

"Por muitos anos eu era como um fantasma. Eu podia ver e ouvir tudo, mas era como se eu não estivesse lá. Eu era invisível", contou Martin.

Hoje tendo o controle de sua vida e ainda possuindo muitas dificuldade, ele conta que tudo o que viveu foi aterrorizante, tendo total e absoluta impotência. "Cada aspecto da minha vida era controlado e determinada por outra pessoa. Eles decidiam onde eu ia, o que eu ia comer, onde sentar ou deitar, em que posição eu ficaria e tudo o que eu iria fazer", relata Martin.

Martin escreveu um livro chamado "Ghost Boy", onde fala sobre todas as suas experiências, contando quando perdeu o contato com o mundo até o presente. No livro Martin relata que quando saiu do coma, e pode se comunicar, a primeira coisa que lembrou foi de sua mãe olhando para ele e desejando que ele morresse, não por ruindade, mas por achar que ele não estava mentalmente presente.

O maior exemplo de Martin é que em meio a todas as suas complicações, ele tem sido capaz de fazer as coisas acontecerem.

Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Um comentário:

  1. Pra Deus nao ha nada impossível, enquanto estamos respirando ha esperança

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.