ORAÇÃO DENTRO DOS HOSPITAIS É PROIBIDO NA CHINA


O governo chines vem marcando pesado em cima de todo e qualquer tipo de ato religioso na China, em especial o cristianismo, que tem apresentado um imenso crescimento. Nos últimos 3 anos, mais de 1500 igrejas foram demolidas, tendo suas cruzes removidas na província de Zhejiang, onde quem se opõe a campanha do governo contra os atos cristãos são presos.

Agora, a novidade do governo chines contra o cristianismo é, proibir todos os tipos de atividades religiosas dentro dos hospitais públicos, incluindo visitas de pastores e as orações pelos enfermos.

Segundo a agência de notícias "Ásia News", um funcionário do hospital, que preferiu não ser identificado, relatou que as atividades religiosas nunca foram apoiadas.

Um representante da organização cristã 'China Aid', a repressão na província de Zhejiang está se espalhando para as províncias vizinhas, onde se acredita que o governo chinês está levando a perseguição para outro nível.

Atualmente existe a cada vez menos a liberdade religiosa, acreditando que a proibição da pratica religiosa dentro dos hospitais é mais uma forma do "Partido Comunista da China" para eliminar o cristianismo do país.

A repressão do governo chines tem se intensificado ano após ano, sendo que várias medidas contra atos cristãos foram estabelecidos, afim de barrar o crescimento do cristianismo.

Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.