É PECADO MONTAR UMA ÁRVORE DE NATAL EM CASA?


Está chegando o Natal, e como em todos os anos anteriores, essa dúvida sempre surge no meio gospel: "'É pecado ter em casa uma árvore de Natal?'; 'Estarei pecando se eu celebrar em família o Natal com uma árvore de Natal montada?'"

Essa dúvida assola a consciência de muitos cristãos em muitos lugares do mundo, mas aqui no Brasil, parece ser maior. Existe muito "disse e me disse" no meio cristão, muitas pessoas ouvindo o homem, porém poucas dando créditos à Palavra de Deus.
Acreditamos que nunca chegaremos a um consenso sobre o assunto, mas devemos respeitar todas as opiniões, de quem é a favor e de quem é contra. O apóstolo Paulo disse o seguinte:

"Há quem considere um dia mais sagrado que outro; há quem considere iguais todos os dias. Cada um deve estar plenamente convicto em sua própria mente. Aquele que considera um dia como especial, para o Senhor assim o faz" (Romanos 14:5,6)

Algumas denominações evangélicas criticam o ato de montar uma árvore de Natal, como uma prática paganista, querendo vincular a atitude com a passagem bíblica de Jeremias 10:1-16, que proíbe o corte e decoração de árvore. Porém, não existe nada na Bíblia que proíba ou condene uma árvore de Natal decorada no mês em que é celebrado o nascimento de Jesus.

Na passagem que citamos a cima, de Jeremias 10:1-16, Deus proíbe a fabricação de ídolos feitos de madeira que são revestidos com prata e ouro para serem adorados.

Em Isaías 44, existe uma outra passagem que os religiosos costumam usar para condenar o ato de ter uma árvore de Natal, só que analisando a passagem, chegamos a conclusão que uma árvore de Natal nos levaria ao pecado se nos curvarmos diante dela ou se usarmos para esculpir um ídolo e orar a ele.

Se pesquisarmos na internet sobre a origem da árvore de Natal, encontraremos diversas explicações, onde algumas falam até de paganismo e outras que nada tem a ver com o paganismo. Uma das explicações fala que a primeira árvore de Natal foi decorada por cristãos protestantes na Alemanha no século 16, sendo assim, as árvores de Natal que vemos hoje veio dessas tradições alemãs, onde o costume se espalhou pelo mundo.

Resumindo: Não há nenhum significado espiritual para uma árvore de Natal, muito menos nenhuma condenação.

"Assim, seja qual for o seu modo de crer a respeito destas coisas, que isso permaneça entre você e Deus. Feliz é o homem que não se condena naquilo que aprova" (Romanos 14:22).


Assim sendo, todas as decisões que você tomar, independente de qual seja a decisão (por menor que seja), faça para agradar a Deus e tenha a intenção sempre de glorificá-lo. Não menospreze os outros por celebrar algo que você não celebra, nem por montar uma árvore de Natal que você não monta. Não deixe o "Orgulho Espiritual" dominar você!



Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.