'Ele sabe que foi um milagre', diz noiva de jogador sobrevivente da Chapecoense


Sobreviver a um acidente de avião com 81 pessoas, onde 71 pessoas morreram e somente 6 sobreviveram, de fato não encontramos outra explicação a não ser um milagre, e parece que o jogador Alan Ruschel está consciente dessa realidade, pelo menos é o que a noiva do jogador contou.


Apresentando consistente melhora em seu quadro médico, o jogador que sofreu uma operação delicada na coluna cervical, onde correu o sério risco de perder os movimentos das pernas, já arriscou seus primeiros passos.


A noiva do jogador que está com ele no hospital, contou que ele não pensa em outra coisa a não ser retornar ao futebol. "Ele fala que jogar bola é o que mais gosta de fazer e que vai voltar. Mas eu não toco muito nesse assunto porque não quero criar expectativa. Sou uma pessoa que tenho os pés no chão, não quero criar expectativa nele e depois não acontecer. Então, não falo disso com ele", contou Marina Storchi, a noiva de Alan Ruschel.

Marina ainda contou que não queria que o noivo soubesse sobre o acidente, pois tinha preocupação sobre como ficaria o psicológico do jogador com a tragédia que aconteceu com ele e seus companheiros de time, mas o psicologo do hospital preferiu que contasse e a reação do jogador foi boa.

"No início, eu não queria que contassem porque tinha um pouco de medo de como ficaria o psicológico dele com tudo o que aconteceu. Mas o psicólogo preferiu e contaram, e ele recebeu bem tudo isso. Mas eu não gosto de ficar falando disso com ele. Prefiro falar, sei lá, das nossas férias ou do nosso cachorro, que ele ama. Mostro vídeos, fotos e coisas que pegam no coraçãozinho dele. Não quero pegar esse acidente. Acabou, já passou, ele está vivo, sabe que foi um milagre, mas é melhor a gente esquecer o que passou. Tem que esquecer", contou Marina para o Sportv News.





Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.