"Piada" de ateus com a queda do avião da Chapecoense gera revolta na Internet

Existe a brincadeira aceitável, mas também existe a falta de respeito e a intolerância, ou seja, a brincadeira e a intolerância são coisas radicalmente diferentes da outra.


Uma verdadeira demostração de falta de respeito e amor para com o seu próximo, foi feita pela página no Facebook formada por ateus e agnósticos, chamada de "ATEA - Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos", que usou uma piada de mal gosto, se é que podemos chamar de piada, para falar sobre a tragédia que vitimou 71 pessoas no avião que transportava a Chapecoense para a Colômbia.

Através de sua página no Facebook, a ATEA fez um "meme" para zombar da atitude dos jogadores da Chapecoense orando no final de um jogo, fazendo alusão que a resposta da oração à Deus foi o acidente aéreo no dia 29 de novembro.


A publicação na página foi feita no dia primeiro desse mês de dezembro, e gerou grande revolta, provocando protestos e grande repercussão, fazendo com que até mesmo os seguidores da página ficassem contra a publicação, encarando a publicação como uma ofensa aos familiares das vítimas. "É de péssimo gosto lidar com a tragédia e ofender os familiares dessa maneira", escreveu um internauta.

Assim como gerou revolta de milhares de pessoas que seguem e os que não seguem a página, houve diversas reações favoráveis com a publicação, demostrando que o ódio e a intolerância religiosa não está restrito somente para um pequeno grupo que administra a página.

Vendo a grande repercussão negativa que a publicação sobre o acidente com o avião da Chapecoense, o administrador retirou uma das imagens, mas deixou outra e ainda fez uma pedido de desculpas jogando a responsabilidade pelo "meme" postado na religião.

"Desculpem-nos por não ter mostrado mais claramente como a religião se aproveita de momentos de dor como este para impedir o pensamento racional e como é importante não cairmos no mesmo erro", diz um dos parágrafos escritos na imagem com o pedido de desculpas que continuou soando como uma falta de respeito, provocando uma enxurrada de críticas.

"Se desculparam de uma forma bem desonesta. Se a religião se aproveita do momento de dor (o que é errado), a página fez a mesma coisa para tentar usar religião de chacota, o que não deu muito certo pois a chacota foi direcionado aos acontecimentos e não à religião", escreveu um internauta demostrando sua indignação.

Veja o pedido de desculpas e os memes publicados pela página:






Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.