Atitude de Policias que entraram em igreja após queixa de som alto é considerada "abusiva" por religiosos


A atitude de alguns policiais militares na cidade de Guarapuava, no Paraná, está causando muita polêmica, pois segundos informações, uma vizinha da igreja Assembléia de Deus em Guarapuava, fez uma ligação para a policia reclamando do som alto, ao ser atendida a reclamação, a policial removeu todo o cabeamento de som da igreja sem um mandato judicial.


A igreja está situada no local há aproximadamente 60 anos, mantendo uma boa relação com a vizinhança, mas a vizinha que fez a reclamação junto a polícia, possui um histórico de inimizade com a igreja e com os fieis que frequentam o local.


Segundo informações do portal 'Veja Paraná', a vizinha faz reclamação em todas as reuniões da igreja, independente de horário, onde segundo relatos, ela já entrou gritando na igreja e o esposo foi até a porta do templo afim de intimidar os recepcionistas.

No vídeo que está gerando polêmica nas redes sociais, aparecerem cerca de 8 policiais fardados, entrando dentro do templo pedindo para os responsáveis pelo templo entregarem os cabos de som, mesmo com todo o som desligado e sem culto no horário da entrada da polícia.

Os representantes do templo alegaram usar aparelhos de medição de decibéis, afim de não cometerem excessos com o som, além dos horários das reuniões serem dentro de um padrão.

O caso foi comentado pela psicóloga Marisa Lobo, que mora em Curitiba (PR), que considerou a atitude da Polícia Militar um absurdo, sendo o local de culto protegido pela Constituição Federal de 1988. Assista o vídeo:




Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.