Cristãos estão sofrendo perseguições contantes através do grupo terrorista "Estado Islâmico"


Enquanto ser cristão em países como Brasil, Estados Unidos, ou em continentes como Europa e praticamente em toda as Américas é algo normal e "fácil", onde os cristãos sofrem com perseguições mas não pagam com a própria vida para assumirem sua fé em Cristo, países como a Síria, os cristãos estão pagando com a própria vida, tendo somente duas escolhas, ou rejeitam sua fé em Jesus ou morrem, morrendo das formas mais terríveis que podemos imaginar.


Diariamente vemos ou recebemos casos terríveis de cristãos que estão morrendo brutalmente por sua fé pelo grupo terrorista do Estado Islâmico, mas um caso nos chamou muita a atenção, que foi com doze cristãos que foram executados brutalmente, onde junto com os doze, tinha uma menino de 12 anos.


Segundo um relatório divulgado pelo grupo "Christian Aid", que faz missões humanitárias na região onde acontece os mártires, os doze foram fiéis a sua crença em Cristo até o fim, onde uma mulher que estava incluída entre os doze morreu sorrindo, onde sua última palavra foi: "Jesus!"

As execuções ocorreram em agosto de 2016, mas chegaram ao conhecimento mundial no final do mesmo ano. O relatório divulgado pelo grupo "Christian Aid", tem o interesse de despertar o ocidente para a realidade vivida em uma aldeia na região de Aleppo, na Síria e em outras localidades, onde as mortes e perseguições contra os cristãos continuam crescendo.

Os cristãos foram executados de maneiras diferentes, sendo que um deles foi crucificado, para se assemelhar a morte de Cristo, mas a maioria foi decapitada. Vale ressaltar que a indignação do grupo EI foi porque todos os cristãos eram islâmicos e se converteram para o cristianismo.

Todos enquanto aguardavam seu "momento" para serem executados, estavam de joelhos orando diante dos militantes islâmicos em voz alta o "Pai Nosso".

Segundo o relatório, os mosteiros cristãos já foram praticamente todos destruídos, assim como as Bíblias e documentos que falam sobre a fé cristã. Pesquisas apontam que a estimativa da população cristã na Síria é atualmente formada por apenas um terço do que era antes da guerra civil em 2011.

No Iraque, a população cristã está praticamente entrando em extinção, onde em 2003 eram existia cerca de 1,5 milhões e atualmente somente existe 200 mil. Informações e fonte "Christian Aid".




Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.