Freira famosa na Espanha recebe ameaças ao responder pergunta dizendo que "Maria não morreu virgem"


A freira Lucia Caram, muito popular na Espanha, com mais de 180 mil seguidores em suas redes sociais, contrariou um dos dogmas da Igreja Católica, respondendo a uma pergunta em um programa de televisão que Maria não morreu virgem.



A freira foi contra a um decreto feito no Concílio Lateranense, no século VII, que determinava que a virgindade de Maria era perpétua, sendo considerada Imaculada, o que revoltou muitos fiéis católicos do país.


Duranta o programa que a freira Lucia participava, a freira falava sobre família com o apresentador, mencionando a mãe de Jesus, Maria, quando foi questionada pelo apresentador, sobre se Maria tinha tido relações sexuais com José, quando ela respondeu: "Bom, se eu digo que sim, vão me criticar, mas acho uma coisa normal em um casal", respondeu a freira, que acrescentou o seguinte: "É difícil de acreditar e fácil de aceitar. Isso acaba com as regras que inventamos sem chegar a verdadeira mensagem", disse Caram.

A freira foi profunda em suas respostas durante o programa ao falar sobre sexualidade, enfatizando que a sexualidade foi algo concedido por Deus como parte fundamental de cada indivíduo, mas segundo ela, a igreja católica sempre lutou contra isso. "Acho que a igreja tem tomado uma péssima atitude sobre o assunto por um longo período e jogado o assunto para baixo do tapete, se tornando algo sujo e oculto. É a negação do que eu acho ser uma benção", disse a freira.

As palavras da freira geraram grande repercussão, chegando aos ouvidos de um bispo espanhol, onde recebeu uma repreensão do bispo. Por este motivo, a freira teve que pedir desculpas semanas depois e esclarecer o que disse.

A freira contou que recebeu ameaças, contando ter recebido uma petição para que fosse suspensa de sua ordem religiosa. A freira fez uma carta aberta falando sobre toda a polêmica, alegando que alguns fizeram uma leitura "fragmentada, ideológica e perversa" de suas palavras.

O assunto de que "Maria não morreu virgem", sempre foi tratado pelos católicos com muito incômodo, mas para os evangélicos, o assunto nunca causou espanto, onde os evangélicos se baseiam em passagens bíblicas que mencionam os "irmãos de Jesus", Tiago, José, Judas e Simão (Mateus 13:55 e Marcos 6:3).




Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.