Bilionário da Rússia está investindo milhões para se tornar imortal até o ano de 2045


Ser imortal e viver para sempre nesse mundo, sem "prazo de validade", é uma das coisas mais pesquisadas e almejadas por diversas gerações, mas nunca encontrada, se tornando impossível para muitos. Até que um bilionário russo resolveu apostar na ideia, acreditando piamente que até 2045 será possível tal coisa.

O bilionário Russo, Dmitry Itskov, acredita de tal maneira na imortalidade, que está investindo pesado para até 2045 conseguir "transferir sua vida" para uma espécie de avatar, que não teria os dias de vida contados como o nosso.


Para realizar seu sonho, o bilionário contratou um grupo de cientistas para trabalhar duro, afim de conseguir descobrir o mapeamento das conexões neuronais, que dão aos seres humanos suas características. O projeto dos pesquisadores financiados pelo empresário russo, é conseguir determinar a forma como essas conexões acontecem, afim de implantar em um robô quando Dmitry Itskov morrer.

Descobrindo o mapeamento das conexões neuronais e a maneira como eles funcionam, vai ser possível transportar todo esse mapeamento para uma espécie de "avatar", que sobreviveria muito mais do que nós, seres humanos, que morremos devido ao envelhecimento das células, não nos permitindo viver além do esperado.

A nova "espécie" de vida com as características do empresário, como sua personalidade, seu caráter, maneira de se comportar, jeito de andar e se vestir, seria implantado nesse robô, afim que desse continuidade a sua vida após sua morte.

O cientista Rafael Just, da Universidade de Columbia, em Nova York, faz parte da equipe contratada pelo empresário, e o cientista é o mesmo que conseguiu reproduzir conexões nervosas de uma hidra, uma animal primitivo, sendo o primeiro a apresentar cadeias nervosas. O feito do cientista foi feito através de sinalizadores fluorescentes marcados nas células nervosas do animal, afim de ver as conexões que aconteciam na maneira que o animal vivenciava determinadas situações.

A intenção é transferir esse mapeamento para o cérebro humano, mas a complexidade do cérebro dos seres humanos é milhões de vezes maior.

Pesquisas para a imortalidade humana já foram realizadas por diversas vezes, mas ninguém nunca encontrou uma solução para o tema, sendo que o máximo já conquistado por cientistas foi a reprodução de pensamentos humanos, para que um paraplégico conseguisse movimentar membros robóticos.

O programa dominical da TV Globo, Fantástico, fez uma reportagem sobre o tema em seu último programa, no dia 5 de março, onde explicou a convicção do bilionário russo. Assista:




Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.