Grupo terrorista faz vídeo ameaçando matar o Papa Francisco "Nós estaremos em Roma"


Um vídeo feito por terroristas do Estado Islâmico ameaçando invadir o Vaticano e matar o Papa Francisco, tem circulado na web e deixado o mundo em alerta, pois a cada dia que se passa os soldados do grupo terrorista tem se espalhado pela Europa, mostrando que esse ataque pode ocorrer a qualquer momento.

O vídeo que foi divulgado na internet pela agência 'Al Hayat Media Center', um dos braços de mídia do grupo terrorista, mostra os terroristas destruindo um pôster do Papa e quebrando imagens da Igreja Católica. O vídeo foi gravado em Marawi, nas Filipinas, uma região predominantemente muçulmana e que tem uma célula do EI, chamada "Grupo Maute", vem travando uma série de combates entre os terroristas e as forças de segurança do país.


"Lembrem-se disso, infiéis, nós vamos estar em Roma, se Alá quiser", fala um dos terroristas no vídeo, que se apresenta como "Abu Jindal". Após o vídeo com as ameaças, outros terroristas incendiaram a igreja que teve as imagens destruídas.

Os terroristas ainda se referiram aos cristãos, dizendo que a religião dos cruzados será a próxima a ser destruída. "Depois de todos os esforços, a religião dos cruzados é que será destruída", declarou o terrorista.

No mesmo dia da divulgação do vídeo veio à tona algumas mensagens trocadas pelo Telegram onde os extremistas simpatizantes do Estado Islâmico cobram atentados na Itália.


As ameaças à Itália são antigas, desde 2015, após os atentados em Paris, os terroristas afirmam que irão invadir o Vaticano e farão a decapitação do papa em praça pública com transmissão ao vivo para todo o mundo, o que seria o ápice para o grupo terrorista. Informações e fontes "JM Notícias".

Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.