Pastor e ex-cantor gospel é morto por engano a tiros


O pastor e cantor Melchiades Santos Neto, o Neto Paz, 36 anos, ex-integrante da banda Shalon, foi morto a tiros no começo da noite desta quarta-feira(25) quando trafegava no trevo da BA-650 com a BR-101, à cerca de 3 km do município de Ibirapitanga, Sul do estado. Uma das filhas do cantor, adolescente de 12 anos, foi atingida de raspão no peito, mas já foi liberada nesta quinta-feira(26) de um hospital de Itabuna para onde foi levada logo após o crime.


A Polícia Civil investiga o crime e ainda não informou as prováveis motivações do crime, mas já há algumas informações de que Neto teria sido morto por engano, pois os criminosos estariam em busca de um outro homem que tem um carro com as mesmas características com o que Neto viajava. Os ocupantes do carro vão ser ouvidos e os depoimentos vão ser importantes para a polícia solucionar o caso.


Pessoas anônimas socorreram o cantor até o Hospital de Ibirapitanga, mas ele morreu momentos após ser atendido. Policiais da 61ª CIPM/Ubaitaba realizam operações para tentar prender os criminosos.

Neto Paz era cantor de música gospel e muito conhecido na Bahia, já tendo lançado diversos DVDs em cerca de 20 anos de carreira. O irmão de Netto, Nei Barroso, espera que o crime seja solucionado. "Só não dizimou a família do meu irmão porque Deus teve misericórdia. Minha sobrinha foi atingida por um tiro, minha cunhada quase recebia um (tiro). Quer dizer, não pode ficar dessa forma, alguém tem que responder por isso", afirmou. Informações



Seja um assinante e saiba tudo em primeira mão!

Digite o seu e-mail corretamente 
no campo acima

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.